× iCasei

Baixe o App do nosso casamento e busque: larissaemarcelolopes

Baixar

Sejam bem-vindos ao nosso site!

A melhor forma de compartilhar esse momento com vocês é unindo sonhos.

Resolvi compartilhar um pouco da nossa loooonga história com vocês.

Bem, pra quem não sabe, nós nos conhecemos desde sempre. Nossas mães são amigas de infância, nossos tios são casados, nossas famílias são do mesmo interior (o qual eu sempre vinha passar férias, feriados prolongados e etc), sempre fomos colegas de infância. Fomos crescendo, nos vendo durante esses momentos, mas sem alimentar nenhum sentimento além da amizade. Em janeiro de 2008, na adolescência, as coisas já não estavam mais como antes, o Marcelo começou a me olhar diferente, não queria mais sair da casa do meu tio quando eu estava lá, mas eu era lesada o suficiente pra não perceber, porém também já estava com algumas borboletinhas na barriga quando o via passando na sua moto com bonezinho na cabeça. hahahaha  Enfim, estava em a Acarau para a virada de ano (2007/2008), mas por volta do dia 4 precisava voltar a fortaleza fazer uma prova de recuperação. Minha tia iria no dia 2, com meu primo e um amigo que também estavam de recuperação, mas eu bati o pé, chorei, gritei que não queria ir, só queria ir se fosse dia 3 (nunca entendi porque do meu escândalo, o fiz sem motivo, mas hoje eu entendo TUDO). Ok, não fui dia 02 e consegui carona com um primo dia 03. Problema resolvido! Fui à tarde passear em Bela Cruz com minha mãe e uma prima que também estava em Acarau passando as férias comigo. Quando chegamos à noite na casa do meu tio estavam Marcelo e Rafael sentados na varanda, cheirosos e esperando a gente. Rafael convidou pra irmos comprar sanduíche na cidade, eu aceitei, mas disse que só ia se meu irmão caçula fosse. Eu já estava  prevendo o bote e precisava me proteger porque não estava preparada. Eles aceitaram, mas foram mais espertos que eu. Na volta colocaram meu irmão no banco da frente. Fomos  eu, Marcelo e minha prima (alcoviteira) no banco de trás do carro. Não tive como fugir! Marcelo me beijou! Meu PRIMEIRO beijo (sim, ele foi meu primeiro beijo), no carro e sem romantismo nenhum. Fiquei arrasada!  Após o episódio não conseguia mais olhar na cara do Marcelo, tinha vergonha dele e ele de mim,  do grito que eu dei pra pararem o carro. Ficamos nesse mal entendido por anos. Pouco tempo depois começamos a namorar, ambos por quase 6 anos. Após os términos (que coincidentemente foram na mesma época) começamos a nos falar, NOVAMENTE ATRAVÉS DO RAFAEL, e não paramos mais. Um tempo depois nos encontramos em Fortaleza pra conversar. Conversamos, conversamos e conversamos. Na hora de me deixar em casa o Marcelo tentou me beijar no elevador! Fiz o MATRIX! 1x0 pra mim! Entramos no carro e conversamos, conversamos e conversamos. Quando chegou na minha casa, na hora da saída, da despedida, não deu pra fugir de novo. Nos beijamos, no carro, pra variar. (Mas dessa vez foi diferente, o olhar do Marcelo já me dizia tudo, ele parecia não acreditar que dessa vez eu não tinha gritado e fugido). Pronto, já era! TODA sexta Marcelo estava em fortaleza, fomos ficando uns dias, vendo que éramos mais parecidos do que imaginávamos  e pouco tempo depois ele me pediu em namoro, com direito a rosas vermelhas e bilhete anônimo. Aceitei e foi a melhor escolha da minha vida. Foi tudo muito rápido, intenso e verdadeiro. E daqui uns dias oficializaremos nossa união com a presença de cada um de vocês. 

Obrigada a todos os envolvidos nessa historia. Agradecimento especial ao Rafael, Dnara e Leandra que seguraram as pontas e os detalhes  comigo (eles sabem do que estou falando). AMO VOCÊS!

 

L. ❤️